20 ago 2016

Pokémon GO: foi banido injustamente? O que pode ser feito? Confira

Conforme noticiamos há pouco tempo, a Niantic começou uma onda de banimentos para punir os jogadores que utilizavam recursos que iam contra os termos da desenvolvedora, como o clássico Fake GPS. Contudo, muitos usuários têm relatado que foram pegos neste pente fino, mas de forma injusta, pois nunca praticaram nada errado. Se você está nessa situação, essa matéria pode ajudá-lo.

As ações da empresa vieram em boa hora, pois com o lançamento do game no Brasil, muitos usuários tinham contas muito mais poderosas que os recém-iniciados. Depois de muitas denúncias, a Niantic começou a tirar os jogadores que atrapalhavam a brincadeira dos demais, criando um ambiente mais agradável. Infelizmente, parece que alguns inocentes rodaram junto. Confira o que fazer para se livrar dessa injustiça.

 Foi banido? E agora?

A única solução é falar com a Niantic

A Niantic pode ter um suporte ruim para os usuários, mas com as injustiças cometidas pela empresa não teve jeito: a desenvolvedora colocou no ar uma página que serve para reclamar de um banimento errado, ou seja, que não era merecido. Para tentar recuperar a sua conta, você precisa preencher este formulário e enviá-lo à companhia.

Como a ajuda é toda em inglês, é necessário que a mensagem seja redigida na língua estrangeira também. Lá, você deve informar o email associado à conta banida e o seu nome de usuário. Para facilitar o seu atendimento, é recomendável que você poste uma foto que ajude a esclarecer a situação, pois uma prova que comprove uma viagem internacional, por exemplo, pode ser um fator importante para auxiliá-lo.

Formulário

Contudo, vale ressaltar algumas coisas que geram banimento: usar emulador de Android com Fake GPS, logar com contas de terceiros no seu aparelho com frequência (a Niantic entende isso como uma forma de Fake GPS, portanto, não peça para o seu amigo que está nos EUA logar por você), usar apps de terceiros para facilitar a jogatina (como Pokémesh) etc. O banimento nem sempre é permanente, pois de vez em quando a sua conta pode ficar bloqueadas por algumas horas.

Em outras palavras: não adianta pedir arrego para a Niantic se você quebrou os termos estabelecidos pelo game. Contudo, se você foi uma das vítimas deste ban automático, vale a tentativa. Lembrando que, se você foi realmente banido, a desenvolvedora envia um email que explica as razões do bloqueio da conta.

FONTE(S)

IMAGEN(S)

Share this
08 ago 2016

Pokémon GO: saiba quais são as categorias de raridade de Pokémons

Pokémon GO já foi lançado há quase duas semanas e já trouxe muitos casos curiosos e surpreendentes e até mesmo utilidades além das que esperávamos. O game ainda não chegou ao Brasil, mas você já pode ter a dúvida: os monstros aparecem aleatoriamente ou há uma certa categoria de raridade entre eles?

Quem teve a chance de jogar aqui quando os servidores ficaram online certamente se deparou com muitos bichinhos de level mais baixo ou menos populares, como Diglett, Zubat, Rattata e muitos outros do tipo. Há um motivo por trás disso: Pokémons mais simples aparecem com mais frequência quando o level do treinador é baixo. Confira o rank de cada um dos animais presentes no game:

Pokémons muito comuns

  • Caterpie
  • Weedle
  • Pidgey
  • Rattata
  • Ekans
  • Sandshrew
  • Nidoran(Female)
  • Nidoran(Male)
  • Zubat
  • Geodude
  • Bellsprout
  • Machop
  • Poliwag
  • Mankey
  • Meowth
  • Venonat
  • Paras
  • Oddish
  • Slowpoke
  • Magnemite
  • Gastly
  • Krabby
  • Voltorb
  • Goldeen
  • Magikarp
  • Eevee

Veremos muitos Zubats no começo da aventura

Pokémons comuns

  • Bulbasaur
  • Charmander
  • Squirtle
  • Metapod
  • Kakuna
  • Pidgeotto
  • Raticate
  • Spearow
  • Arbok
  • Psyduck
  • Persian
  • Diglet
  • Golbat
  • Jigglypuff
  • Vulpix
  • Clefairy
  • Sandslash
  • Pikachu
  • Growlith
  • Abra
  • Machoke
  • Tentacool
  • Graveler
  • Ponyta
  • Magneton
  • Doduo
  • Seel
  • Koffing
  • Hitmonlee
  • Cubone
  • Exeggcute
  • Electrode
  • Drowzee
  • Haunter
  • Shellder
  • Grimer
  • Rhyhorn
  • Horsea
  • Staryu
  • Jynx

Obs.: Surfing Pikachu é a coisa mais legal que existe em Pokémon

Pokémons incomuns

  • Butterfree
  • Fearow
  • Nidorina
  • Nidorino
  • Wigglytuff
  • Gloom
  • Parasect
  • Dugtrio
  • Kabuto
  • Golem
  • Tentacruel
  • Machamp
  • Kadabra
  • Poliwhirl
  • Chansey
  • Primeape
  • Golduck
  • Dratini
  • Dodrio
  • Cloyster
  • Scyther
  • Hypno
  • Seadra
  • Seaking
  • Starmie

Scyther

Pokémons raros

  • Beedrill
  • Pidgeot
  • Weepinbell
  • Pinsir
  • Snorlax
  • Mr. Mime
  • Farfetch’d
  • Onix
  • Exeggutor
  • Muk
  • Arcanine
  • Rapidash
  • Rhydon
  • Kingler
  • Magmar
  • Flareon
  • Jolteon
  • Tangela

Snorlax

Pokémons muito raros

  • Gyarados
  • Lapras
  • Vaporeon
  • Kabutops
  • Ivysaur
  • Charmeleon
  • Wartortle
  • Porygon
  • Omanyte
  • Dragonair
  • Raichu
  • Nidoqueen
  • Nidoking
  • Vileplume
  • Gengar
  • Marowak
  • Dewgong
  • Kangaskhan
  • Victreebel
  • Electabuzz
  • Alakazam
  • Poliwrath
  • Venomoth

Gyarados

Pokémons épicos

  • Aerodactyl
  • Venusaur
  • Charizard
  • Blastoise
  • Clefable
  • Tauros
  • Omastar
  • Dragonite

Dragonite é um dos mais requisitados

Pokémons lendários

  • Ditto
  • Articuno
  • Zapdos
  • Moltres
  • Mewtwo
  • Mew*

*Mew.

Atualização

Ao que parece, há pokémons que são exclusivos de cada continente do mundo. Eles permanecem nas respectivas categorias listadas acima, mas só serão encontrados em um canto específico da Terra. Ainda não há informações de como os jogadores poderão capturá-los sem viajar pelo planeta. Confira a lista abaixo:

  • Farfetch’d (apenas na Ásia)
  • Kangaskhan (apenas na Austrália)
  • Tauros (apenas América do Norte)*
  • Mr. Mime (apenas na Europa)

 

Será que veremos Tauros em Barretos?

*O Tauros foi listado apenas para a América do Norte por enquanto. O game ainda não foi lançado em países da América Latina, tornando incerto a chegada do Pokémon aqui no Brasil. Nos próximos dias saberemos se o monstrinho é exclusivo do norte do continente e se teremos um exemplar único por aqui.

Como evoluir o level de treinador?

Conforme citado no começo desta matéria, você precisa ter um level de treinador mais alto para encontrar Pokémons mais raros, independentemente do tipo deles (como grama, água e muito mais). Portanto, como evolui o nível? Basicamente, realizando qualquer ação, como capturar monstrinhos, evoluir os Pokémons, chocar ovos, lutar em ginásios e muito mais.

Os Pokémons lendários devem aparecer em eventos ou situações especiais, mas não há detalhes até o momento

Todas as ações do app garantem pontos de experiência ao jogador. Depois de alcançar o level 10, muitos Pokémons mais básicos, como o Rattata e Zubat, começam a ser substituídos por animais de categorias mais altas, como Scythers, Onix, Golem e muitos outros. Quando o jogo sair no Brasil, quais dos 151 você vai querer mais?

FONTE(S)

Share this
25 jul 2016

VEM, MONSTRO! Site famoso diz que Pokémon GO será lançado dia 31 no Brasil

Lembra-se quando houve o boato de que Pokémon GO seria lançado na terça-feira passada? Os boatos surgiram após os servidores do game ficarem online no Brasil durante algumas horas. O responsável por verificar esses dados é o site MMO Server Status, o mais confiável do ramo. Agora, a página lançou uma nota dizendo que o jogo será lançado no domingo (31).

A data de lançamento do título está matando os brasileiros de ansiedade, mas nenhuma confirmação oficial da Niantic foi publicada. Na seção dos servidores de Pokémon do MMO Server Status há a seguinte frase: “Uma fonte confiável nos passou a possível data de estreia para o Brasil, Chile ou Argentina: domingo, dia 31 de julho”.

Será? Vamos torcer para que as informações sejam verdadeiras

 Ainda se trata de um rumor, mas não seria uma surpresa se Pokémon GO chegasse no final de semana, período em que mais pessoas estão nas ruas e podem aproveitar a experiência. Entretanto, ainda se trata de um boato e não podemos interpretar como uma confirmação.

Além disso, há dois outros fatos estranhos. O primeiro é que, pela primeira vez, o status dos servidores referentes ao Brasil está com o símbolo “?” em vez de o número de horas que se encontra offline. O segundo é que a mensagem diz que o game pode ser lançado em um dos três países, e não em todos ao mesmo tempo. Será que seremos agraciados com Pokémon GO neste final de semana, um final de semana antes dos Jogos Olímpicos Rio 2016?

Share this
22 jul 2016

Trapaça: conheça a capinha que garante 100% todas as capturas de Pokémon GO

Capturar pokémons não é uma tarefa tão fácil quanto parece. Em Pokémon GO, os jogadores devem realizar o movimento de deslizar o dedo na tela para lançar a pokébola, mas é preciso se acostumar com o comando para ter a precisão correta. Entretanto, alguns usuários já descobriram alguns truques e já criaram alguns recursos especiais para garantir a captura com 100% de chances.

Um deles é este case impresso em 3D por equipamentos especiais que cria um “limitador” no display, fazendo com que o usuário realize o movimento exato para capturar o pokémon. A capinha é exclusiva para modelos de iPhone 6 e 6s por enquanto.

FONTE(S)

IMAGEN(S)

Share this
20 jul 2016

Site indica se Pokémon GO já chegou ao Brasil

Lançado há menos de um mês, Pokémon GO já é um verdadeiro sucesso em diversas partes do mundo. A influência do game vai além do mundo mobile, já tendo resultado na criação de serviços de “passeios guiados” e em algumas histórias bastante bizarras envolvendo temas como assassinatos.

Ainda não há confirmação de quando o jogo chega oficialmente ao Brasil, o que inspirou a criação de diversas brincadeiras. Entre elas está o site “Have Pokémon GO in Brazil”, dedicado inteiramente a informar se o aplicativo foi lançado oficialmente por aqui.

Infelizmente, até o momento que esta notícia vai ao ar, quem acessa a página se depara com uma figura chorosa de Pikachu acompanhado pela palavra “Não”. Esperamos que os rumores que apontam que o jogo pode chegar por aqui já na próxima quinta-feira (21) estejam certos e não tenhamos mais que lidar com as lágrimas da pobre criatura.

Share this
19 jul 2016

Pokémon Go chega ao Brasil na próxima quinta-feira

Pokémon Go chega ao Brasil na próxima quinta-feira

Boa notícia para os gamers de todo o Brasil: o Pokémon Go desembarcará em território nacional na próxima quinta-feira, conforme nota do Crunchyroll.Pt publicada na noite desta segunda (18).

O site cita o boletim sobre e-sports da Rádio Globo que ouviu uma fonte, segundo a emissora, bastante confiável, porém, mantida em sigilo.

Um argumento que reforça a informação é que o servidor brasileiro do jogo já aparece listado no site MMO Server Status, que monitora os servidores de jogos online.

O Pokémon Go é a febre virtual do momento. Prova disso é que consultoria SimilarWeb apurou que os jogadores passam em média 43 minutos por dia usando o programa, mais do que outros aplicativos bastante populares como WhatsApp, Instagram e Snapchat.

O jogo já está disponível para ser baixado tanto na App Store quanto na Play Store brasileira.

Share this
19 jul 2016

Pokémon Go chegou a mais 26 países – e nada do Brasil na lista

Os problemas que forçaram a Niantic a interromper a distribuição de Pokémon Go parecem ter finalmente acabado. Isso porque o app foi disponibilizado no último sábado (16) para um total de 26 novos países, segundo um anúncio feito na fanpage oficial do game no Facebook.

Quem esperava ver o nome de nosso país na lista, porém, vai se decepcionar. Os países da vez a receberem o game são apenas da Europa, sendo eles os seguintes: Áustria, Bélgica, Bulgária, Chipre, Croácia, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Estónia, Finlândia, Grécia, Groenlândia, Holanda, Hungria, Irlanda, Islândia, Letónia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Polónia, República Checa, Roménia, Suécia e Suíça.

A região não foi a única a receber suporte ao game de monstrinhos nos últimos dias, já que, no dia seguinte (17), tivemos o anúncio de que Pokémon Go estava disponível no Canadá. Antes disso, contudo, o jogo havia chegado a outros dos maiores países europeus – entre eles, Alemanha, Reino Unido, Itália, Espanha e Portugal.

Derrubando o game

É importante notar que as boas novas para o público europeu não vieram sem mais uma dose de problemas para o game. Pouco depois que o título chegou a todos esses países, Pokémon Go passou por alguns problemas de estabilidade em seus servidores, que deixaram o título novamente indisponível para várias pessoas durante o último fim de semana.

É aí que vem a parte mais complicada de toda a história: pouco depois do problema surgir, um grupo hacker intitulado OurMine afirmou que isso foi resultado de um ataque DDoS de autoria deles. Segundo o site TechCrunch, a equipe teria feito isso com o intuito de chamar a atenção da Niantic para uma série de falhas de segurança no app, e afirmou que não vai parar até que a desenvolvedora entre em contato com eles para lidar com esses problemas.

Obviamente, como tudo não poderia deixar de ficar mais complicado, outro grupo hacker chamado PoodleCorp também clamou a autoria da queda dos servidores – estes também através de um ataque DDoS.

A Niantic Labs, por outro lado, afirma que tudo foi resultado apenas da adição dos vários países, se resumindo a dizer que os problemas a causarem as falhas nos servidores foram identificados e que tudo foi corrigido. Seja isso apenas um problema causado por trazer uma enxurrada de jogadores ou por um ataque hacker (ou mesmo tudo isso junto), ao menos parece que o público lá fora vai poder voltar a jogar.

 

FONTE(S)

Share this
17 jul 2016

Jogador cria case com bateria que imita Pokédex para jogar mais Pokémon Go

Pokémon Go é muito legal. Todos amam, todos querem. Só que o jogo causa dependência. Geralmente, o jogador fica dependente das aventuras do game e não consegue mais parar de capturar os Pokémons.

Isso toma muito tempo, mas a gente tem que fazer alguns sacríficos para ser um mestre Pokémon, né? Só que o novo jogo da Nintendo também compromete o GPS, o plano de dados móveis, a tela e até o plano de dados móveis dos jogadores.

O problema é que geralmente só tem duas formas de resolver isso: com uma bateria portátil ou com uma tomada. Para conseguir resolver parcialmente esse inconveniente da bateria, um jogador resolveu criar uma case com bateria acoplada. Falando assim, não parece nada de extraordinário, só que o grande charme dessa case é que ela imita uma Pokédex.

 

Ativando os poderes especiais de uma impressora 3D, este gênio desenhou uma case com um compartimento secreto na parte traseira para acomodar um circuito eletrônico e a bateria que vão garantir algumas horas a mais de Pokémon Go.

O componente energético acoplado tem capacidade de 2.600 mAh, que, dependendo do dispositivo instalado, poderia dar quase o dobro da autonomia. Além disso, o jogador colocou os três LEDs frontais na Pokédex, tal qual no modelo original.

Agora, resta aguardar até que a Nintendo copie a ideia (para ficar ainda mais rica) e faça cases compatíveis com principais os smartphones.

FONTE(S)

Share this

© 2014 JdWeb Hospedagem. All rights reserved.

Click Me
WordPress and WHMCS integration by i-Plugins